segunda-feira, 21 de junho de 2010

03x03 - D.P.O. (O Raio da Morte)

Direção: Kim Manners
Roteiro: Howard Gordon

Resumo: Mulder e Scully investigam uma série de mortes relacionadas com um adolescente que pode controlar os relâmpagos.



Comentários:

Gosto muito da cena em que o mulder não defende a scully quando aquele detetive chato fica menosprezando ela por ser mulher, apesar dela reclamar da omissão dele, eu acho que ali ele mostrou que pra ele ela não é inferior ou incapaz de se defende por ser mulher. O fato do mulder nunca tratar ela diferente é uma das 1.000.0000 coisas que eu amo nele. [Tessa]

[Starbuck] Esse garoto só faz papel de perturbado, né??? Mas, ele é bom nisso. E temos o Jack Black quando não era tão chaaato... (aff.. acho esse cara uma chatice).

Gosto do episódio, não é assim um "Calusari" (nem chega perto), mas tem seus momentos (poucos rs rs).

E estou maravilhadaaaaaaaaaaaaaa! Amo as músicas desse episódio! Para mim, as músicas de D.P.O estão em pé de igualdade com as músicas do moby em Closure e All Things, com a música do Duane, com a música de Home e da casa de horror de A Fraude....

A segunda música (que está passando quando o doidinho do Daren Oswald mata o Zero) é da banda FILTER... e sempre gostei mais da música dessa banda no Cd do primeiro filme (FTF) do que da música maravilhosa do FF... enfim, a música do FILTER era mais visceral... mais XF (para mim), apesar da inegável beleza da outra. [/Starbuck]

[Josi] O episódio começa mostrando aqueles lugares onde os meninos se acabavam jogando vídeo games... Se alguém acha estranho o garoto estar àquela hora ali ainda jogando, saibam que meus queridos irmãos também morreriam jogando até altas horas se pudessem na época. Sim, pessoas, o vício é algo incontrolável.

Sabe, eu realmente não acho que o rapaz metido a machão merecia morrer... Acho ninguém merece morrer sob as mãos de ninguém, mas, pensando logicamente (Bones feelings), antes ele achava que poderia bater no outro por ser aparentemente mais forte não é? Sendo assim, se o outro é realmente mais forte, então, ele não deve achar ruim de receber toda esta força de volta. Darin deve ter seguido essa lógica mesmo, já que ele chaga a dizer "é a minha vez agora?".

Mulder deixa a Scully sozinha respondendo ao chato do Xerife da cidade. É mostrado bem o momento em que ele ignora o xerife ao notar que ele não mostra respeito pela Scully, fazendo com que ele seja obrigada a dar atenção a moça. Mas o cara fica todo grosso com ela "você não fez seu dever de casa?", a Scully se salvando como podia e Mulder calado... Poxa... uma ajudinha ia bem! No final, ela diz "Obrigada pela ajuda", ao que ele responde "Você parecia estar se saindo tão bem"... Aff...

Outra parte boa é a Scully de óculos... quando a gente vê Scully de óculos escuro? Raramente.




Outra coisa não muito comum é ter um MOTW que seja realmente ruim. O garoto machucava as pessoas por puro prazer. E o outro amiguinho dele só se divertindo. Oi?

Mulder e Scully são muito abusados. Eles entram na casa da mulher acusando o filho delas de algo absurdo, obviamente sem mandato e ainda fecham a porta na cara dela. Adoro.

E Scully tirando onda de Mulder porque ele estava com a revista de nudez nas mãos? rsrsrs E ele: "A minha não veio com esta foto daqui" na maior naturalidade...

E o Darin é bem... err... nojentinho, né? Meio sujo, sempre mascando chiclete e chegando perto demais... argh. Mas a sra Kiveat marca muita bobeira... Ela já sabe que o menino tá com fixação nela e fica dando confiança? Poupe-me. E ainda arruma um emprego pra ele? Oi? Ela não sabe que isso encoraja os doidos?

Scully: "Você mesmo disse, Xerife, nem a ciência consegue explicar os raios." - Toma!

O Darin manda o ex-melhor amigo que ele mesmo matou para enganar Mulder e Scully! huahauaa O rapaz tem estilo! Doido, mas estiloso. hauhauah

O final é ótimo! Não podem provar nada contra ele e mesmo assim ninguém sai ganhando.

É um bom episódio, apesar de um pouco estranho... rsrs [/Josi]

[Adriana] DPO - Foi a novelização que eu li ontem (infelizmente, acabaram-se).

Realmente, Mulder foi muito fdp na entrevista com o xerife (mas o cara era mala mesmo... bem feito que morreu).

Não sei se o Darin fazia as maldades por prazer... Tive a impressão de que ele ficou meio maluco e foi perdendo a noção de certo e errado no decorrer do episódio (a ponto de fazer bobagens como demonstrar seu poder na frente de todo mundo ou achar que seria feliz com a professora). As cenas no hospital são ótimas (é legal esse jogo de gato e rato)!

Imagine-se fugindo de um psicopata no meio do mato e eis que de repente um vulto enorme pula na sua frente, te arrasta para o meio dos arbustos enquanto cobre sua boca com uma mão forte para você não gritar... e quando você olha, dá de cara com um Mulder na sua frente (que veio para te salvar)... ai, ai... [/Adriana]

[Daniela] Este episódio é engraçado no início com aquele xerife pegando no pé da Scully......^^!!!!!! Que cara chato, sempre tirando a Scully... ai ai ai!!!!!!! Mas logo depois o Mulder dá uma queimada no xerife, coisa na qual ele é profissional.... Hehehehe!!!!

E não poderia deixar de comentar quando o celular de Mulder literalmente vira churrasquinho... KKKKKKKKKK!!!!!! A cara da Scully quando vê o bolso do parceiro saindo fumaça é engraçadíssima....tipo "que fumaçinha é esta!?" rsrsrsrsrsrsr!!!!!! [/Daniela]

[Nay] O que observei:

- a abertura é muito legal. o clima tenso e sombrio da loja de jogos (eu tenho medo de salas de jogos e lan houses, além de banheiros de shoppings...sempre acho que são potenciais cenas de crime...)...e a musica escolhida pra acompanhar a eletrocução do carinha...perfeito....o ritmo da musica, um rock parece conduzir a sequencia de convulsões do rapaz.

- o ator que faz o darin... o DPO, cara... ele tem cara mesmo de quem não é normal! vc não sabe se tem raiva, pena, desdem, nojo, sei lá! ele muda o semaforo pra provocar batidas e se divertir! enfim...um excelente exemplo de doido que resolve provar seu amor... já a senhora Kiveat....achei bem ambígua, daquele tipo de mulher que diz que não dá vazão pro interesse dos meninos, ams se coloca como vitima a ser protegida..e eles, no furor dos hormonios e querendo assumir a sindorme de cavaleiro da armaura brilhante, caem nessa!

- o que foi aquele xerife maltratando a Scully?! Aff..mau!! arrogante... se achando! Ainda faz pouco da opinião de Scully como médica...

- Scully: "Fique à vontade para ajudar quando quiser!"
Mulder: "Por que? você estava indo tão bem!"

- Mulder é muito mau!!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk mas dá um plah no xerifão quando se antecipa e responmde a ele, algumas cenas na frente, sobre algo dos raios...e usa as palavras do zerife mal contra ele mesmo: "Viu, xerife, eu fiz o dever de casa"...

- estudando fofografia no cinema, teve uma pequenina cena que eu amei... quando o sr. Kiveat sofre o acidente, a cena dos bombeiros arrumando o local é mostrada pelo reflexo de um retrovisor quebrado no chão....genial!

- o encerramento bem a cara de AX... um caso inexplicado... o menino no hospital psiquiÁtrico com cara de lerdo....mas vemos que ele pode modificar os canais com o poder de controlar a eletricidade...volta o som de rock pesado neste final, com uma musica onde se houvem os berros de "diahreia"...kkkkkkk [/Nay]

Quotes:

Scully: É de um sapato masculino, tamanho 40.
Mulder: Tamanho 40?





Scully: É, está gravado no molde da pegada...






Outras Imagens de D.P.O.:

O que acontece com quem tira onda com o Darin

Carinha "simpático"!

Ok, Mulder. Tá perdoado... rs

Jack Black, antes de deslanchar em Hollywood.

Darin ao final do episódio

9 comentários:

nila disse...

Cara, Jack Black com cara de bumbum de nenem é o que há nesse episódio. AX revelou tanta gente que anda hj brilhando em Hollywood...

É um episódio legalzinho, não é lá uma grande obra-prima,mas dá pra dar umas risadas com as tiradas de Mulder (como sempre!). EI, saudade daquelas novelizações...deixava de fazer o lanche da escola pra poder comprar...rs...
Edyene.

Edyene disse...

Aquele xerife mala-sem-alça deve ter sido professor de Dunga na disciplina de educação e bons modos! Rs...

Mesmo deixando Scully no "fogo", não tem como sentir raiva de Mulder com aquela carinha fofíssima!!!

Nina disse...

Eu sempre meio que virei a cara pra esse episódio. Não é nem de perto um dos meus favoritos da terceira temporada que começa de um jeito brilhante, venhamos e convenhamos. Os pontos altos do episódio são os diálogos entre o Mulder e a Scully, com todas as caras e caretas dos dois. O cherife chato que maltrata a Scully NA FRENTE DO BOCÓ DO MULDER, morre! HAHAHA!. TOMA UM PLÁH!
Tá bom, eu sei que o Mulder fica todo bonitinho pra cima da Scully depois, mas ele foi mal. ^^

Yanne Celly disse...

Esse não é um dos melhores epi da 3ª temporada...já que temos alguns inesquecíveis,mas podemos salvar alguns momentos fofos!!!!!!!!!kkk

A carinha inocente de Mulder enquanto Scully o interpela sobre o delegado é Uau!!!!Na época em que vi o episodio fiquei com muita raiva dele...era jovem demais pra entender sobre o respeito que alguém demonstrar por outro sabendo que ele é capaz de se defender sozinho...demorou alguns anos pra entender!!!!!!!!
Então por favor não usem isso contra nosso fofo e a campanha"Mulder é um cavalheiro"kkkkkkkkkk

Josilene disse...

Olá, pessoas!

O xerife era muito mala mesmo, Edyene. Odeio esses bocós que preferem a comodidade à verdade. :P

Pois é, Nina... Mulder sempre se salva com aquele olhares incríveis! kkkkkkkkk

Essa campanha de "Mulder cavalheiro" tem como mais alguém de defensora além da Yanne e a Ariana? rsrs Ok... Aparentemente Mulder costuma ser cavalheiro com pessoas além da Scully tb. Digamos que algumas grosserias dele ocorrem pq a Scully não quer mesmo ninguém dando uma de babá pra cima dela. rsrs

Obrigada pelos comentários, meninas!

Bjinhos!

Yanne Celly disse...

Bem!!!!!!!!!!!!!!!!num mundo de pessoas superficiais!encontraremos outras almas sensiveis para ver além das atitudes um pouco... digamos grossas de nosso fofo...toda sua gentileza!kkkkkk

Ariana não deixemos que eles vençam!!!

Josilene disse...

Eu sou superficial??? *lágrimas de pusher*

rsrsrs

Mulder é o SN mais lindo e fofis do mundo, ok?

--
O próximo ep é o de Clyde! *.* Ele é muito fofo tb... own...

Elizabeth disse...

A única coisa que realmente gosto nesse ep é a trilha sonora, cheia de rock noventinha de 1a.! Prestei atenção nos créditos finais mas não vi menção às músicas ou bandas. Uma pena. Sobre o ep, não sobra muita coisa pra elogiar, acho a estória até legal, mas, como em outros eps escritos pelo Gordon (com ou sem o Gansa), a condução do enredo é que atrapalha (se fosse um desfile de escola de samba, eu diria que no quesito evolução e harmonia, a nota é zero hehehehe). Concordo com a Josi: é um dos poucos MOTW em que o vilão é ruim, o moleque só pensa em ferir os outros e alimentar sua paixão egoísta pela sra. Kiveat. Gostei de o roteirista ter colocado Mulder quietinho observando a Scully ser confrontada pelo xerife chato e ter que se virar com a grosseria desse mala. Acho que a idéia foi mesmo mostrar que a ruiva não precisava de defesa só por ser mulher, já que era "durona de uma maneira adorável" (Sizygy)... mas não custava nada o agente dar uma forcinha pra sua parceira, né? Pra mim, uma das coisas mais legais da série é justamente Mulder tratar sua parceira não pelo gênero, mas pela capacidade (tudo que as mulheres queriam dos homens no ambiente profissional). E mesmo assim, ainda sobrava espaço pro Mulder mostrar pequenos gestos de cavalherismo (que deliciosa ambiguidade!). No mais, eu acho esse o pior ep da 3a. temp.

Josilene disse...

Mas acho que isso não interfere na falta de machismo de mulder nao, Elizabeth... pq se fosse um cara ali, ele tb nao interferiria... ;)