quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

01x04 - Jersey's Devil (O demônio de Jersey)

Escrito por Chris Carter
dirigido por Joe Napolitano.

Resumo: O "demônio de Jersey" é uma criatura mitológica, um tipo de "pé grande", que diziam habitar as florestas de New Jersey. Nesta história, passada nos arredores de Atlantic City, em Jersey, alguém ou alguma coisa está devorando os moradores de rua. Mulder faz uma ligação entre os corpos que aparecem mutilados com um dos seus "Arquivos X". A autoridade policial local tenta de todas as maneiras bloquear as investigações, porque não quer alimentar o que acredita ser apenas uma lenda... Os agentes acabam encontrando a culpada, uma mulher que vive em estado selvagem, que se afastou da floresta invadindo a cidade em busca de comida. Para Mulder, essa mulher é algo desconhecido e belo, para os policiais é uma ameaça que deve ser eliminada. A mulher acaba abatida pela força policial. O episódio termina com o rosto de uma criança selvagem surgindo nas sombras da floresta.




Comentários:

[Josi]Sério... entre as conversas de Mulder e as daquele carinha com quem a Scully saiu... por favor, né? Não é à toa que ela preferiu continuar no caso com Mulder... (com caso eu quero dizer investigação, tá gente? rsrsrrs) "

Interessante quando Mulder pede pra Scully levá-lo pra comer. Eles estão conversando e só ele comendo... puxa... ele fala de boca cheia! kakakkakakkakakaka Mulder estava muito spooky nesse ep! hauhauahuaha

[/Josi]

[Yayá]Spooky é pouco,Josi...

Tipo,correu atrás da mulher-macaco(?),foi preso,e tudo o mais... E quem vem salvá-lo? Lindona e toda poderosa Scully...kkkkkkkkk Ele nem ficou sem-graça... E ainda pede para ela levá-lo para comer...Ihihihi...

É o episódio da roupa catchup da Scully! Amooooooooo quando ela rola pelo telhado ou whatever, atrás do Mulder..... rsrsrsrsrsrs.... E Mulder, pobrezinho... ficou sem a mulher das cavernas... detalhe: surgem folhas e mais folhas como se cobrissem o corpo dela, mas precisamente em partes estratégicas.... hilário!

É o episódio do encontro... Mulder ciumento olhando as horas no relógio...ai, ai...o que ele não suporta pela ruiva...rsrsrs...[/Yayá]

[Star]Em Demônio de Jersey já fica claríssimo que nenhum dos dois conseguirá ter um relacionamento amoroso com outras pessoas...
Achei estranho ver a Scully numa festinha de aniversário de criança, falando com a "comadre" sobre o Mulder rs rs rs ...

Tem aquele vestido que saiu da cabeça cheia de cachaça de algum dos figurinistas da série e tem algumas das tiradas raivosas da Scully... Sobre quem está segurando a porta, sobre quem pode morder quem e, especialmente, sobre quem pode ter vida social (que, por ironia, no fundo ela já sabe que o pessoal e o profissional se misturou no dia que ela estendeu a mão para aquele cara estranho lá no lugar em que ficam os menos procurados do FBI).[/Star]

[Tássia]Eu particularmente adoro esse episódio. A trama em si acho interessante, mesmo sendo completamente surreal. Adoro essas historias de elo perdido.

Scully falando para a "comadre": Mulder? Ele é um idiota... não ele não é um idiota mas é viciado no trabalho. Ela disse para ela que o parceiro dela era bonitão rs..

E no final ela desistindo do encontro normal para seguir o Mulder. E ele debochando: não queria ter uma vida? Ela inconscientemente já sabia quem era o homem da vida dela rs... [/Tássia]

[Cleide]Como alguém que já fez curso de estilista, eu me sinto à vontade para comentar o guarda roupa de Scully que está particularmente exuberante nesse episódio...

O que foi o primeiro modelito? Tailleur azul marinho (até aqui tudo bem, um clássico), mas vejamos... bom, a camisa coral não é nada sutil...
Sem querer criar climão, mas a calça e o blazer de Mulder não combinam!

Reparem nas obreiras, e outra moda dos anos 90 que graças a Deus não pegou: Blazer sem gola!
ah, a bolsa também... coisa estranha!



Agora o modelito casual...
Outros clássicos dos anos 90: coletes, e reparem, esses são de camurça, acompanhados da não menos famosa calça begue... cintura alta.


As cores são neutras, mas sou só eu que acho estranho combinar marrom com azul?





A comadre de Scully merecia um capítulo só pra ela
Não sei do que gosto mais, dos cabelos em "metade solta" com aqueles prendedores que pareciam saínhas. O cabelo de permanente estilo "poodle molhado" bem à lá Jon Bon Jovi, ou o vestido estampado de mangas bufantes (que era a menina dos olhos do figurinista que o ressuscitará nos looks de outros convidados nos episódios futuros).

Scully em seu look de buscar parceiro na cadeia:
Bom, o que dizer, esse é bem mais sóbrio... como diria House "ela diz 'sou profissional mas ainda sou mulher'"... só as ombreiras são demais, pra gente que é baixinha, fica hilário, outra coisa estranha são essas golas abotoadas até em cima, fica muito esquisito!
Ah, essa também foi roupa de dizer ao parceiro estranho que tinha um "date" - mulher má!

Meu favorito! the date outfit!!!! Será que a renda branca foi propositalmente planejada para dar um look virginal à ruiva?
Ah, que lindinha ela de penteado... tadinha da Scully, quando ela teria outro date? Só com Ed Jerse, que tentou matá-la!

Gente, a Scully trocou demais de roupa nesse epi, a estilista estava querendo se mostrar...

Terninho vermelho da cena de ação... não valorizou muito as curvas da Scully, mas pelo menos a camisa de baixo era cinza e não amarelo, verde ou coisa do tipo... e as ombreiras, como sempre presentes!


E o figurino final...
outra combinação de cores bizarra: camisa verde e blazer xadrez vermelho... sei não... o estilista deve ser daltônico!



[/Cleide]

Quotes:

MULDER: Quem era no telefone?
SCULLY: Um cara.
MULDER: Um cara... O mesmo cara com quem você jantou aquela outra noite?



SCULLY: O mesmo cara.
MULDER: Você vai jantar com ele de novo?
SCULLY: Eu acho que não.




MULDER: Não interessa?
SCULLY: Não neste momento.






MULDER: O que você está fazendo?
SCULLY: Estou indo com você ao Smithsonian.
MULDER: Você não tem uma vida, Scully?


SCULLY: Continue com isso, Mulder e eu posso lhe machucar como aquela mulher das cavernas.
MULDER: Oito milhões de anos fora da África.
SCULLY: E veja quem está segurando a porta.

Outras imagens de Jersey's Devil:


Mulder: Esta mulher diz que foi abduzida e colocada em uma câmara sem gravidade.
Scully: Sem gravidade está certo.


Scully e sua comadre numa festinha infantil...


Se disfarçando de mendigo... o.O


O que restou da família

5 comentários:

Kaline Vieira disse...

Pretendo ver esse epi hoje...
AMOOOOOOO...

Adoro esse tema da mulher das cavernas que sai da mata para procurar comida e alimentar sua cria. É incrível como Mulder fica completamente fascinado por ela ao entender o que isso realmente significa... acho que tb ficaria... só em pensar quem alguém assim vive nos dias de hoje, UAU!

Uma parte que eu amo: THERE WAS A FARMER HE HAD A DOG, AND BINGO WAS HIS NAME, OH! B-I-N-G-O, B-I-N-G-O, B-I-N-G-O AND BINGO WAS HIS NAME, OH!... adoro essa musiquinha!

Adoro quando Mulder fica no lugar do cara na rua pra ver a mulher... adoro quando e como ele chega à conclusão do que está acontecendo... adoro quando Scully vai pegá-lo na prisão... Adoro quando Scully tá na festinha do afilhado dela (amo os momentos que mostram uma Scully não agente).
O tema desse episódio me deixou pensativa por semanas... e ainda me deixa toda vez que eu vejo! A cena final deles é ótimaaaaaa!!! Adoro a cara de Scully, e a cara de Mulder é hilária!
O menininho na mata sozinho... UOW! é arrepiante, intrigante, belo... daria um biscoito para saber o que ele vai fazer *q carinha linda a dele! mt fofo!*

só pra não perder o costume... AMEEEEEEEEEEEEEEEEEEI o post!!!!! morri de rir com os comentários sobre as roupas... e me emocionei com os comentários sobre eles... É, Scully realmente não teria mais uma vida social. E ela nem sonhava com o que a aguardava...

Parabéns meninas... e obrigada! ^^

Raffa disse...

Ei galera!!!

Eu amo esse episódio...Essa cena dela abrindo a porta pra ele é inesquecível, assim como a cena dela dizendo pra ele q tem um encontro!!!Ok...e a cena do níver do prirralho da comadre dela tb!!!E Mulder comendo t e ela olhando pra ele com aquela cara de "olha só meu bbzão" tb!!!Enfim...todas são maravilhosas...já falei q amo esse episódio???Pois é...
E os comentários de vcs foram hilários...Tô até agora rindo...Principalmente com os de Cleide!

O fato é q a ruiva causou com suas roupas nesse episódio!!!hauhauahauhauahuahauhauahuahau

Elizabeth disse...

A cena do cachorro comendo o bolo e a molecada botando terror na festinha já garante a diversão do episódio. Rio muito com os comentários sobre o figurino da Scully e concordo: as roupas eram feias demais.

janaX disse...

Geeenteeee os coments à respeito dos modelitos da Scully são um post a parte!Quase rachei de rir,pior é que eu usei muuuito esse tipo de roupa!!!A gente dava um braco para poder usar uma roupa com ombreiras!Quanto maiores melhor!E as camisas abotoadas até em cima com calca begue!!!KKKKKKKKKK que viagem...Me remete ao meu passado,naquela época a gente usava tonalizante Casting vermelho para ficar ruiva KKKKKKKKKK!!!Bom passado o momento "o teu passado te condena",fiquei puta com a Scully quando ela preferiu a festinha de aniver do afilhado pestinha ao invés de ir cacar o Demônio de Jersey com o parceiro gato e spooky!E bem que ela tenta se convencer que a maioria das pessoas está certa e que Mulder não passa de um idiota,dura um segundo e ela tem que admitir que ele além de lindo gato charmoso...desculpe me emocionei,ele é apenas voltado para seu trabalho.Gente eu tenho 4 filhas,três pequenas(gêmeas de 7 anos e amais nova Gillian ou Gigi para os íntimos,tem 6) e nunca se comportaram comom aquelas criancinhas do aniver do tal afilhado!O que é aquilo?O cachorro comendo o bolo?!A bagunca ea sujeira...gente que medo das criancas de Arquivo X,elas são realmente um fenomeno não explicavel à parte.Amo o final desse ep quando nossa ruiva preferida se dá conta de que ela não consegue ficar longe do parceiro Spooky e acaba dando um pé no almofadinha chato!KKKKK e ele nem chegava aos pés do nosso Mumu!!!Esse ep é muito louco,eu pra variar AMO!!!Valeu gurias,Josita vamos seguindo firme e forte,quem sabe consigo comentar tudo até fim do ano...quem sabe...estou adorando!Até...

Josilene disse...

Meninas... aquela festa é o máximo mesmo. hauhauahauha mas a culpa maior é dos adultos que deixam as crianças tocarem o terror à vontade! hauhauhauhauahua

tadinha da scully ainda tinha a intenção de ter uma vida normal! hahhahahhaha esqueça isso, querida.

Vcs são uns amores, garotas! :***