sábado, 8 de maio de 2010

Introdução à Terceira Temporada de Arquivo X

Há algo que permaneceu imutável nas 9 temporadas de Arquivo X: a capacidade dos season finale de nos deixar extremamente apreensivos. Assim como no final da primeira temporada, no fechamento da temporada 2 restou-nos ficar com cara de: hã? E agora?!


O fato é que eles, Mulder e Scully, sempre conseguem uma forma de se reerguer através do apoio na fé e na força mútua. Mesmo quando, ao final, temos a impressão de que voltam à estaca zero, de mãos vazias, eles sempre dão um passo adiante, estremecendo os planos daqueles por trás da Conspiração. Mas, ao final de tudo isso, quem poderá saber a diferença que isso fará? Ainda é cedo para responder a esta pergunta, mas a cada temporada acumulamos mais elementos a nos guiar neste enredo fascinante.



E assim se inicia a terceira temporada: Scully cada vez mais envolvida com os Arquivos X, mesmo que ainda se mostre oscilante entre o mergulhar de cabeça ou o afastamento saudável. Mulder prossegue a caminhada com sua fé totalmente renovada, apesar das muitas perdas sofridas por ele e sua parceira, perdas essas que serviriam unicamente para deixá-los ainda mais unidos.

Sim, unidos contra um inimigo comum e que já sabemos ser mortalmente perigoso.


A cada vestígio de resposta, novas dúvidas são somadas à pilha já significativamente volumosa: quem teria sequestrado Scully? Quais testes foram realizados? Que plano aterrorizante poderia incluir o implante de um chip na nuca da agente ruiva? Monitoramento? Espionagem? Ou seria um horror ainda pior e inimaginável?

Ao mesmo tempo em que mais elementos da conspiração são revelados, passamos a questionar: qual é a verdade em que acreditamos? Existe uma verdade unívoca... ou será melhor falar de verdades?


Mas nem só de mitologia vive uma série! Assim, esta temporada nos presenteia com gratas surpresas. Há os maravilhosos episódios no estilo "Monstro da Semana", onde, se por um lado a sanidade de Mulder é questionada, desta vez de modo mais enfático, num episódio em que ele prova a possibilidade de um aluno superar (e muito!) o seu mestre; por outro, a fé da Scully é posta à prova quando a vida de um garotinho com estranhos dons é colocada em suas mãos.

Em outros episódios, o inusitado fica por conta de uma Scully muito, mas muito ciumenta. Smart is sexy? Claro! Mas... er... por que mesmo que Mulder precisava provar à sua parceira que aquilo que ela viu não correspondia ao que ela estava pensando? Ai ai...

Enfim, começa mais uma temporada de Arquivo X. Mais que isso: você está convidado a deliciar-se com os episódios, à bordo de uma montanha russa de emoções demasiadamente humanas: medo, raiva, ciúmes, alegria, alívio e, principalmente, amor e fé. Uma temporada que prova que mergulhamos na escuridão tão somente para deixar sobressair o que há de melhor em nós.

11 comentários:

Ariana disse...

Ahhh... que fofo...
Essas fotos foram feitas pela Dani?
Queria aprender a mexer nessa bodega, mas não tenho paciência.
Se o Caminho da Cura sair semana que vem, eu comento... ^^

Josilene disse...

Naaaaaana!

Bom, as montagens foram humildemente feitas por mim mesmo. rsrs As da Dany são mais profissionais, po! kkkkkkk

Sim! Caminho da cura será postado semana que vem... se Deus ajudar. :D

Fritas disse...

Clyde!!!

Yanne Celly disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Yanne Celly disse...

Posso usar uma dessas montagens pra tela do meu computador?

E esse terceira temporada tem uns episodios fofis e outros nem tantos!kkkkkk

Adorooooo...preciso reve-los para comentar!

Helaina Carvalho disse...

A primeira temporada que eu vi inteirinha!! ^^
Logo depois que eu perdi o medo de Arquivo X!! rsrs..

AMO!!

Cleide disse...

Eu amo a terceira temporada, foi quando eu comecei a gravar os episódios pra ver de novo, depois. E para viciar meus familiares...

Bons tempos aqueles!!!

Gente, lembrei que é a temporada em que a pobre Scully ganha um bichinho de estimação... e fatídicamente o perde... aff!

Luci Teixeira disse...

OLá, sou nova por aqui, e já estou adorando o blog, muito bom..
vc saberia me dizer duas coisas?
pq o Mulder ficaria com raiva se retirassem o Chip da Scully no Epsodio 3x1. A outras coisa é qual foi o epsodio em que os Pistoleiros Solitários aparecem pela primeira vez em AX...

docinholuciane@hotmail.com

Cleide disse...

Oi Luci!

Seja bem vinda!!!

Que bom que você está gostando do blog.

Sobre a retirada do chip da nuca da Scully, é uma questão muito tennnsaaaa. Mas eu não seria sua amiga se te contasse! Quando você ver a série até o final da quarta temporada vai entender o porquê e vai se sentir tão desesperada como nós ao ver Scully retirar o bendito chip da nuca!!!!!

Os pistoleiros solitários aparecem pela primeira vez no epidósio "O Ser do Espaço" [E.B.E] meados da primeira temporada. Episódio excelente. Ficamos sabendo que eles já eram amigos de Mulder, e observamos a paixão à primeira vista de Frohike por Scully. Se voltar no arquivo do blog, poderá saber mais detalhes do episódio.

Volte sempre!
Abraço!

Cleide disse...

Aqui está o nosso resumo do episódio:

http://arquivoxepisodes.blogspot.com/2009/03/01x16-ebe-o-ser-do-espaco.html

Dá uma olhadinha...

Bjs!

Josilene disse...

Yanne, respondendo a sua pergunta com um mês de atraso... sim, pode pegar qq imagem daqui. É uma honra! ;)

Oi, Helaina... sabe que eu nem lembro direito qual foi o primeiro ep que eu vi? Não sei se foi um da terceira ou da quarta. rsrs

"lembrei que é a temporada em que a pobre Scully ganha um bichinho de estimação..." - by Cleide. Nem sei se Aquilo pode ser chamado de bichinho. Aquilo é um et. Fatao. Tenho medo dele!

Luci! Bem-vinda novamente (acho q eu dei as boas vindas no ep 3x02... rsrs)! Sim... No ep 3x01, Mulder não sabe ainda da importância desse bendito chip... só depois saberíamos... ai ai....

Bjin!Bjin!