segunda-feira, 25 de outubro de 2010

03x13 - Syzygy (A Morte Vem do Espaço)

Direção: Rob Bowman
Roteiro: Chris Carter

Resumo: Duas garotas nascidas no mesmo dia envolvem-se em uma série de mortes, graças a um incomum alinhamento dos planetas que causa estranhos comportamentos em todas as pessoas da cidade, assim como em Mulder e Scully.



Curiosidade: Syzygy é o nome usado para designar uma formação de planetas em determinada posição. "Is a kind of unity, especially through coordination or alignment, most commonly used in the astronomical and/or astrological sense." Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Syzygy

Comentários:



[Cleide] Tem uma coisa que a numeróloga fala que é a tônica do episódio... a conjunção estelar rara, iria causar vários transtornos, e AS RELAÇÕES IAM EMPERRAR... Para mim, o comportamento de super TPM da Scully e a implicância do Mulder foram influência do fenômeno... Particularmente, não acho que Mulder ficou atraído pela Det. White... foi uma série de mal entendidos aliados à irritação que um ficou em relação ao outro.

Scully estava muito chata, duvidando mais do que o normal, mais rígida que nunca e tem uma frase fofa de Mulder para Det. White: "Gostaria que você desculpasse minha parceira, ela costuma ser rígida, mas de uma maneira adorável, não como ela se portou hoje". Para mim ele foi inocente no caso, não estava interessado na Det., mas no momento evitou a companhia de Scully que estava muito irritada (não sem motivos, porque ele a estava irritando, com aquelas colocações irônicas: "se você notar um tom de descrédito na voz da Agente Scully" - que vontade de bater nele!), mas ele não estava fazendo isso pra se mostrar para a outra mulher...

Scully estava mais ciumenta, até irracional, o que não é natural de sua personalidade. Ela é ciumenta, mas não irracional. Só que tudo conspira para ela ficar mais brava, se sente desprezada por Mulder, como ela estava dando "patadas" em todo mundo, ele evita falar com ela... e ainda aquela do perfume, ele diz que o perfume deve ser da detetive e não presta atenção no que Scully tinha perguntado, aí dá pano pra manga, ela até se comporta como a esposa ofendida: "Está na cara que vocês estão envolvidos, volto para Washington amanhã!". Mulder meio que não entende nada, porque na verdade não tinha segundas intenções com a loira e fica ainda mais convencido da implicância da parceira.

Sustento minha tese no desinteresse de Mulder, porque ele só percebe que está numa fria, quando a mulher começa a tirar a roupa no quarto dele, e ele vai correndo ligar para conseguir outro quarto, como quem pensa: "estou perdido"!

Uma curiosidade: estou assistindo "Sex and the City", e a atriz que faz a det. White faz o papel de uma conhecida que as 4 amigas detestam e que tem uma mania curiosa: mostrar os seios em toda festa que vai... acreditam? Coitada da atriz: tem cara de periguete!

Mas a cereja do bolo do episódio, que só pode ser conjunção astral, é Scully entrar no quarto e ver a tal loira em cima de Mulder... coitada! A carinha que ela faz é uma mistura de nojo com pavor... e ela sai correndo do quarto. O melhor é Mulder dando satisfação... "não é nada do que você está pensando" (coitado, e não era mesmo! Os homens às vezes são cegos!). E ela diz "eu não vi nada". O mais louco é que ele pega um carro sozinho e coloca a outra de carona com Scully... situação ridícula das duas!

O sure fine whatever é impagável, na época eu usava essa expressão pra tudo!!! O mais engraçado é que Scully fica brava de verdade. No final, eles mostram que os astros não estão mais alinhados, ela passa o sinal de PARE, ele avisa e ela diz: "CALA A BOCA MULDER!"... coitado, o climão pesou pra ele... aposto que lhe custou semanas na geladeira em Washington! E ele responde resignado: "sure, fine, whatever..."

Me divirto muito com esse episódio, não me canso de assistir... [/Cleide]

[Dany] Como a Scully esta incrivelmente com ciúmes neste episódio! Normalmente ela tem ciúmes, mas neste ela quase desce do salto... mas até que ela se segurou quando pegou Mulder na cama com a White....ai ai ai...

Em todo o episódio parece que o Mulder esta dando mole pra aquela detetive mas ele esta sempre prestando atenção ao que Scully faz ou fala... Como, por exemplo, aquela cena no velório quando a Scully fala Mulder se vira mostrando interesse e quando é aquela "Loira" azeda ele não tá nem aí!!!!!

Mas Mulder provocou a baixinha atééééé... dizer chega!!! Quando ela fala que vai ir embora o bobão fica todo Jururu. Até eu ia embora depois desta do perfume... e bem no estilo da Scully: virando-se rapidamente e deixando os lindos cabelos esvoaçando ao ir embora...!!!! [/Dany]


[Starbuck] Adoro o biquinho do Mulder quando a Scully fala "duvido até que ela seja loira". - um dos melhores episódios XF, sem dúvida.

Não vejo em momento algum interesse do Mulder na Det.QuaseLoiraQuaseVirgem... foi mesmo uma série de mal entendidos.... Não acho o mulder chato nesse episódio, acho que ele está com vontade de chamar a atenção da Scully (isso ele faz sempre, só que nesse episódio isso alcançou a potência máxima)... Mas, como o lance dos astros afetou a ruiva numa escala maior, as brincadeirinhas dele foram levadas a sério demais... ela dizendo que ia embora depois do lance do perfume e imitando a voz dele enquanto fumava no quarto... FOI ÓTIMO!

E a cena do LATEX é impagável! Para mim, uma das melhores... morro de rir.... ELES SÃO ÓTIMOS. Fato.

Ah, só para lembrar: Esse episódio MARAVILHOSO foi escrito por CHRIS CARTER. Lógico... e foi dirigido pelo Rob Bowman (o mesmo diretor de XF:FTF). [/Starbuck]

[Tessa] O Mulder só querendo ajudar e no final fugindo da detetive e a Scully pensando que ele estava interessado nela... Ele gostou foi do perfume dela.

O encontro cósmico fez o ciúme dela se multiplicar por 10!

Scully: "Mulder, há quanto tempo nós trabalhamos juntos? 2 anos. Temos opiniões diferentes, mas nunca pensei que você fosse me dispensar assim."
Mulder: "Eu não dispensei você."

E quando os dois pegam a luva para olhar o que tinha na maleta e a Scully diz "vai em frente", ele diz "não, vai você... eu sei o quanto você gosta de esticar a LATEX" - o Mulder sabe ser monstro quando quer. [/Tessa]


[Prí] A Scully transtornada de ciúmes (tudo bem que tinha influência astral nisso...) e o Mulder também alterado, provocando que só – mas na hora que deu m..., saiu correndo atrás dela, pra se explicar, sendo que eram “apenas” amigos. Como Chris Carter dizia que nunca iria rolar nada? Aff...

E a cena clássica da Scully deixando o Mulder no corredor (já tinha visto em vários vídeos, mas não sabia que era deste episódio, nem o contexto). E li também que a história dos pezinhos no pedal tinha sido já motivo de brincadeira em várias convenções, e que inseriram na história como um carinho aos fãs.

Mas, acho que nesta fase, a Scully, apesar de ser fechada, dava mais dica do que sentia (e que talvez nem tivesse consciência que sentisse) do que o Mulder... não sei, mas me passa a impressão que ela gostou dele antes... ou demonstrou antes, ainda que de forma reservada. Ou o Mulder que era muito bobão, e apesar de gostar da ruiva, ficava só nas moças das revistas dele mesmo... No fundo, parece que os dois tentaram evitar enquanto puderam, pois sabiam os riscos que correriam... [/Prí]

[Josi] Claro que a primeira vista a gente pensa que a Scully está mais chata. Mas eu não acho assim. Pra mim, sempre foi um episódio em que eu quero torcer o pescoço de Mulder! Nossa! Mas depois de ler os comentários de vocês, talvez eu possa repensar a ideia dele dar em cima daquela uma (loira e virgem? Será? :/ huaahuaa A Scully acha que não).

Como todos parecem ver apenas a Scully, falarei de Mulder... Desculpem, mas ele estava chatinho nesse episódio também... A Scully podia estar bem mais rígida que o normal, mas ela ficou impaciente por ele ficar dando foras nela na frente da galega azeda...

E, depois, ele ainda vai atrás da detetive pra ir na numeróloga... ninguém merece...

Acho que todo mundo ali está como é normalmente... apenas todas as suas características mais irritantes parecem estar mais perceptíveis aos outros. É como se você mostrasse apenas as suas partes ruins.

Assim, a Scully declama todos os fatos "categorizados e facilmente consultáveis" como sempre, mas o Mulder não está muito a fim de ouvi-los... e o Mulder está acreditando em tudo de primeira como sempre mas a Scully não está muito afeita a ouvir isso tampouco...

No fim... ambos estavam errados...

Mas, gente... O que é a Scully com ciúmes?? Nossa! No episódio anterior a gente só vislumbra isso, mas nesse o ciúme se mostra totalmente! Até Mulder se assusta e meio que volta pro lugar dele! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

"Mulder: Se você notar algum traço de ceticismo na voz da agente Scully..." Será que ele ainda tava zangado com a história do "Smart is sexy?"? Sem vergonha! Hunf!



Scully com a aparência de quem diz: "Eu não vejo mesmo... sou cética e daí?"





Você assiste AX e desiste de ter um animalzinho de estimação... Mas que bichinho feio! Aff!...




...olha a carinha de Mulder olhando pra ele... arteiro, heim?





Tá... Se eu fiquei irada por Mulder ir atrás daquela fulaninha pra ajudá-lo no caso quando a Scully tava ali do lado... Imagine ela?



Mulder bebendo e Scully fumando... A outra vez que eu vi Mulder bebendo foi no filme, FTF... e ele bebeu ali porque ele estava morrendo de medo de perder a Scully (de novo...) e a outra vez que a Scully fumou foi quando ela foi drogada naquele episódio com os pistoleiros... Ou seja, ela estava muito doida...

O fato é que os dois estavam esquisitos e eu acho que depois que a Scully ameaçou ir embora, Mulder ficou chateado e foi beber... O pobre nem quis nada com a detetive... só que a Scully não sabia disso quando o pegou naquela situação comprometedora...

A loira se despindo e ele desesperado! A Scully salvou o Mulder de ser violentado, tadinho!

A cara dos dois (M&S) quando a Scully o pega em "flagrante delito" é ótima!


Depois, no carro, ele ainda se desculpa: "Não era o que você estava pensando..." Tá... Por que ele tinha que se desculpar mesmo?

E o final que eu adoro, que eu sempre me mato de rir quando ouço: "SHUT UP, MULDER!" - Sério, gente... eu adoro a Scully! E Mulder realmente fala demais às vezes! kkkkkkkkkk Não que eu não adore, mas...

Nota: O tal dia do aniversário das garotas e que ocorre o tal alinhamento dos planetas é o dia do meu aniversário também! E pasmem: eu o assisti pela primeira vez bem no dia do meu niver! Ah, e eu não sabia dessa particularidade do episódio... Coincidência? o.O [/Josi]



[Nay] Hoje assisti ao episódio Syzygy, que foi traduzido como a morte vem do espaço. Nem vou comentar estas traduções, porque são sempre as piores, até porque este episódio tem muito mais coisas interessantes a serem mencionadas.

Se tem uma coisa que Ax nos mostra é que a maldade pode estar em qualquer lugar; cá entre nós, isso é assustador. Desde sempre os filmes que mostram algum tipo de criatura monstruosa sempre me assustaram muito menos do que aqueles que nos levam a pensar no quanto o perigo pode viver a seu lado... seu vizinho, seu amigo... a maldade não tem rosto.

O início deste episódio também nos ensina outra coisa, que Leone muito bem cantou: garotos, perto de uma mulher, são só garotos! Não fosse pela tentação de uma noitada selvagem, talvez o pobre garotão do colegial não tivesse terminado enforcado... tadinho...
Cena marcante: as meninas brincando de bem me quer, mal me quer na beira do precipício onde o cara estava morto.....

Minha gente, não importa quantas vezes eu reveja um episódio... sempre me surpreendo com a qualidade da série e com a riqueza de interpretações que ela permite:

Fala-se de doença mental e suas repercussões, bem como sobre o fato de que as pessoas não estão preparadas para lidar com ela; teve histeria de massa mostrada de forma espetacular. Nós, tão civilizados, tão certos de nossas ações e decisões, em meio a um grupo, perdemos a individualidade e somos levados pela força da maré, para o bem ou para mal... controlar as massas é um poder incalculável!

O que dizer da referência aos segredos da vida privada?! O pediatra vestido de mulher foi uma cena rápida, meteórica, mas super interessante!

Como comentário final, vocês notaram que a música que toca lá pelos 35 minutos, na parte em que Mulder encontra Margi na garagem, é a mesma de Oração para um morto? [/Nay]

Quotes:

Mulder: Você acha que ela é virgem?
Scully: Eu duvido até que ela seja loira...

---

Mulder: Isso pode não ser o melhor momento para falar isso, mas alguém está usando o meu perfume favorito.
Scully: Eu posso ter uma palavra com você?


Scully: Isto já foi longe demais.
Mulder: O quê?
Scully: Eu não vou ser humilhada por você, na frente de você, tendo que trazer uma adolescente, em seu aniversário, para identificar os ossos de seu cachorro morto, o Sr. Tippy!

Scully: Eu não vejo nenhuma razão para prosseguir com este caso e não só isso, acho que a sua conduta e comportamento, não só no presente inquérito, é alarmante, mas altamente censurável. O que você está fazendo?
Mulder: Deve ser a detetive White ...

Scully: Se essa é a razão pela qual estamos aqui, se é este o seu interesse...
Mulder: O quê? O que você está falando?
Scully: Detetive White.
Mulder: Nós viemos aqui por causa de três mortes inexplicáveis, detetive White está apenas tentando resolvê-los. Ela poderia usar a nossa ajuda.

Scully: Bem, vocês dois parecem ter uma simpatia ... certo. Eu vou voltar para Washington pela manhã.




Outras Imagens de Syzygy:

Amigas inseparáveis. (m-e-d-o)

Scully fumando dum lado...

... enquanto Mulder enche a cara do outro...

Pobre Mulder sendo atacado...

Scully ainda não superou os acontecimentos, Mulder. É melhor você ficar caladinho...

9 comentários:

Nayara disse...

Uma coisa que esqueci de comentar: quando a Det. White se joga em cima de Mulder, na cama, ele diz: acho melhor a gente ver TV! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

É besta, mas eu choro de rir nesta parte! kkkkkkkkkkkk

E Mulder tomando vodka?! Ok......vodka é A bebida!!! * eu não bebo álcool, mas se bebesse, certamente seria vodka!

PriEsp disse...

Que emoção, pela 1a vez um comentário meu vem parar aqui no blog! rsrs.

Igual a Nayara, tb lembrei da cena completa que eu comentei, qdo Mulder fala dos pezinhos da Scully: ela, irritadíssima por ter acabado de pegar Mulder com a detetive, pergunta algo como "pq toda vez vc tem que ir dirigindo? pq vc é o "big macho man"? (hahaha), ao que Mulder, + irônico do q nunca (lembrando, as características dos dois ficaram mais aguçadas ainda) responde "Não... é pq eu nunca sei se seus pezinhos alcançam os pedais", hilário, kkkkkkk.

E Josi... medo da sua data de aniversário e de ter assistido este epi bem no dia hein o.O. Vc não tem nenhuma outra amiga inseparável que nasceu no mesmo dia que vc não, né? ;-)

Yanne disse...

Depois de todo o pit de Scully em War of the coprophages, ela consegue se superar em Syzygy.Tudo bem que nosso fofo tava mais bobo que o normal, e ainda tinha aquele troço de conjunção astral e coisa e tal, mas ela é CIUMENTA.Fato! E claro que ele não faz isso por maldade.

Prí!o Mulder é bobão!Sim!!!!!!

Ah! Antes que eu me esqueça Bem vinda a campanha Mulder é um cavalheiro Cleide..ao citar"Gostaria que você desculpasse minha parceira, ela costuma ser rígida, mas de uma maneira adorável, não como ela se portou hoje".

Amooooooooo isso!

Giovana disse...

Fui só eu que senti vontade de dar uma sapatada na cabeça da Det. White quando a Scully chegou?? Acho que o Mulder ainda não tinha engolido o "Smart is sexy" do episódio anterior... KKK

Josilene disse...

Nay... coitado do Mulder! kkkkkkkkkk Tb acho q seria melhor eles verem tv... verem a única coisa q tava passando. rsrs Pelo não era BBB. hahhahaha

Pri! kkkkkkkkk Não... não conheço ninguém (além do Nando Reis) que tenha nascido no mesmo dia que eu. :P Pode ficar sossegada.

E, Yanne, Mulder estava mesmo sendo fofo nesse instante... mas ele passou o resto de tempo todo tirando onda da cara da Scully. :P

A Det White tava muito doida, coitada... depois do episódio do flagra da cama, ela ficou toda por fora! kkkkkkkkk Ela é uma das poucas peguetes de Mulder de quem eu não tenho raiva. srrs

Rejanne disse...

Eu amo esse episódio!
e gente, o gato está sendo "enforcado" pelo Mulder, ele não é feio daquele jeito HAHA

E parabéns pelo blog de vocês, descobri por acaso e estou lendo ele todinho. Continuem assim!

Josilene disse...

ckObrigada, Rejane! :)

E sim, vc tem toda razão... tadinho do gato... hihihi

Elizabeth disse...

Adoooooro esse ep das bruxinhas (mas elas eram bruxas mesmo???). O tom de implicância e ciúme da Scully com o Mulder e o quase-estupro (avá!) do Mulder pela det. White já valem o ep, que tem muita coisa divertida, como a Scully dizer pro abestado do Mulder que a det. White não era virgem e muito menos, loira (uma ruiva invocada, venenosa e ciumenta é tudo que ele precisava). Mas é super sinistro e violento tb, especialmente na cena do garoto prensado pela arquibancada e na frieza das loiras (que eram geladas tb rsrs).

PS: A atriz que interpretou a Terri, a bruxinha mais zoiuda, faleceu meses atrás, aos 40 e poucos anos, vítima do coquetel de sempre em Hollywood: drogas, alcool, overdoses. Mais ou menos na mesma época do Colin Montheith. Triste.

Josilene disse...

Acho que nem se pode usar a palavra estupro nesse contexto, já que a pobre da loira tava sob influência da doideira dos astros tb... kkkkkk

Não sabia da morte da atriz... poxa, que pena... esse pessoal tão jovem morrendo por causa dessas porcarias... :/