sexta-feira, 17 de abril de 2009

01x20 - Tooms (Eugene Tooms Volta a Atacar)

Roteiro: Glen Morgan e James Wong
Direção: David Nutter

Resumo: Eugene Tooms, que Mulder ajudou a colocar na prisão, é libertado em condicional.




Comentários:

[Starbuck] Antes de XF, claro, existiram filmes ou programas de TV que lidavam com monstros, assassinos e psicopatas. Mas, gente, em algum desses programas existiu um homem pequeno, magro, com um olhar até cândido, que comia fígados e hibernava por uns 30 anos??? Para um monstro da semana voltar em XF, ele tem que ser O MONSTRO... Tooms é O MONSTRO! Um rapaizinho de aparência frágil, até dócil, que come carcaças de gatos enquanto sai a procura de um fígado fresco de algum bom cidadão da região.

TOOMS não mata porque é mau, ele mata porque tem fome e, principalmente, porque precisa encher a pança para mimi.
TOOMS não sente empatia, não sente remorso, não sente...

Nesse episódio, conhecemos o Skinner... yeahhhh o carequinha finalmente aparece.
Nesse episódio, ouvimos pela primeira vez a voz do CANÇA.
Nesse episódio, a Scully chama pela primeira e última vez o Mulder de FOX.
E, nesse episódio, Mulder fala: "se tiver chá gelado nessa bolsa, deve ser amor".

Ok... não havia chá... mas, a Scully fez uma carinha... (gente, às vezes, o Mulder é tapadaço, hein??) [/Starbuck]

[Ariana]
O retorno dos que não foram... Para alegria da Ka, lá vem o Tooms de novo (ou Tommy). Eita, óia um filete de babinha escorrendo do canto da boca dele!



Skinner: “Talvez sua mente tenha ficado aberta demais”. – Na verdade, o Big Skin já se mostrava preocupado porque além da mente, assim como outros, ele também via a boca dela sempre aberta, quase engolindo o parceiro biruta. Acho que ele gostaria de acrescentar: “É, e vê se não abre mais nada, viu?”. Mas como dizem, se conselho adiantasse...

Iniciando campanha: MORTE AO JASSA!!!!!! Alguém pode me dizer o porquê de se fazer uma franja dessas num ser humano? É pura maldade.



Dr. Monte para Tooms: “Se fosse libertado, qual a primeira coisa que faria?”
Acho que ele responderia: Comer um bifão de fígado!

É muito engraçado ver o Mulder tendo faniquitos ao ouvir os depoimentos.

“Juro pela minha terra, a Fofolândia, não ter culpa por ser tão irresistível. É efeito do power Bob”.




Scully querendo se esconder embaixo da cadeira, devido ao embaraço diante da reação dos presentes ao depoimento do Mulder.



Se bem que, convenhamos, quem levaria a sério um perfil desses? Mas sabe, essa é uma das coisas que eu mais admiro no Mulder, a sua integridade em relação às próprias crenças, sem se importar com o que possam pensar ou falar a seu respeito. Esse tipo de coerência é algo raro de se encontrar. Quando ele acredita em algo, grita pra quem quiser ouvir e não se intimida em ser chamado de louco. O que geralmente acontece.

É, querido, sua sina é ser incompreendido.

Ô, dó, de castigo...






Nossa! Sem ombreiras aquele cara de terno azul que o Tooms vê na rua! Pena não ter foto, mas aposto que ele veio direto de PE, onde participou no carnaval como boneco de Olinda!

Nem vem, só o querido sabe fazer porquinho do jeito que a gente adora!





Admito, eu morria de medo quando focavam esses olhos mais amarelados que de tuberculoso do Tooms.




Olhando como o Tooms entra nos lugares mais estreitos, eu penso que ele faria o maior sucesso como contorcionista de circo chinês.

Depois dizem que eu exagero quando o assunto é aparência das privadas, mas vocês vão querer usar uma dessas?




Scully: “Mulder, o ar está ficando um tanto pesado aqui, não acha?” – O que ela quer saber é “Que cê comeu hoje?”

Scully entregando o sanduíche ao Mulder: “É de salsicha de fígado”. – Eles são mesmo feitos um para o outro, até o senso de humor é peculiar, ou melhor, bizarro.

Hmmm... pra onde é que tu ta olhando, heim? Não é para o rosto dele...





Mulder: “Estão tentando pôr um fim aos Arquivos X, Scully. Não sei porque. Não me importo com minha ficha, mas você estaria encrencada só por estar neste carro”. – Ohwww... Bobinho, e cê acha que existe outro lugar que ela queira estar além deste carro? Bem, talvez um lugar mais confortável, espaçoso... rsrs

Ela se empolga com a fofura dele, o chama de “Fox” e... pagou mico...
Mulder começa sendo terno e delicado pra depois estragar o clima. Afff... Até engasgou, tamanha mentira! Mas tudo bem, ela é a Scully e não se intimida, ainda vai e arremata: “Mulder, não poria minha mão no fogo por ninguém, exceto por você”. – Ta doidinha pra isso...

Bobão, os dois sozinhos dentro do carro, à noite, numa rua deserta, com altas revelações, uma “olhada” daquelas e... nadica de nada.

Mulder: “E às 11:30, estação 790, Show de esporte do Pete Rose, por toda madrugada”. – Vê se pode, o cara é inteligente, articulado, fala mais que a Candinha e nestas horas, parece que tem 12 anos. Por isso não cata ninguém, fica na mão (literalmente). Que mulher vai cair num papo desses? Se bem que neste caso, os outros atributos compensam.

E o Tooms de bituca, ouvindo tudinho. Até ele deve ter pensado “Pó cara, mas tu é mole, heim?” Se fosse eu tinha ido lá e dado uma de David Duchovny para o Mulder: “Cara, f*de logo essa mulher!”

Porque nós merecemos olhar o Mulder mimir... Bem, acho que vou ficar por aqui. Não consigo me lembrar de mais nada...




Como um bebê... Scully, sortuda...






Scully fornecendo o álibi para o Mulder: “Ele não poderia ter feito isso porque estava comigo”. – Ah-há! Scully, admita que tu viu Dirty Dancing e sempre quis usar essa frase da Baby, quando ela faz o mesmo pelo Johnny! E alguém mais percebeu uma pontinha de orgulho quando ela disse isso?

Scully: “Eu esperaria que depositasse em mim a mesma confiança que deposito no Senhor”. – PLÁH!

Oxente, Mulder, a Scully não pode te chamar de “Fox”, mas o Skinner pode?

Tooms: “Eu gosto de arte”. – É, o Dr. vai ver a arte que o Tooms gosta de fazer.

Mulder também tem seus momentos cavalheirescos: “Você pega o próximo mutante”. Ah, com certeza eu esperaria ansiosamente pela oportunidade! rs

Parece até que o Mulder levou uma ovada de aniversário. Ainda assim, continua gatão-lindão, oxente!




[/Ariana]



[Josi] Sabe... Eu tinha visto o filme, mas só depois que li o livro "Perfume, a história de um assassino" foi que eu notei a enorme semelhança entre o protagonista e Tooms...

Tooms estica o corpo, Grenouille tem um olfato extremamente aguçado. Ambos são criaturas insignificantes externamente, matam por necessidade e não sentem nenhuma empatia pelo próximo, não importa quem seja ou o que faça por eles...

Voltando ao episódio...

Quem foi o tapado que colocou o Tooms numa cela com uma abertura? oi? Ei, é impressão minha ou aquilo é um furinho de brinco na orelha do Tooms? rsrsrs



Outra coisa, por que o psicólogo ou seja lá quem ele seja bate na porta da cela antes de entrar? É cada uma...

Adoro a postura da Scully na sala do Skinner. Ele começa dizendo que ele está muito decepcionado com o trabalho dela e ela rebate dizendo que ela e Mulder têm um índice de resolução de casos muito maior do que a média do Bureau. E quando ele diz que aquilo não era o suficiente e que precisava que eles usassem de métodos mais ortodoxos, ela acha absurdo (lógico!) e diz que usar desses métodos diminuirá o índice deles. É bom o nosso carequinha querido começar a se acostumar ao jeitinho doce (kkkk) da Scully! ;)

Aliás, o Skinner tava bem cheinho nesse tempo, não? Acho que ele levou um tempinho pra ganhar aquele corpitho de Zero Sum... rsrs



Ok... Aquilo das digitais do Tooms alongadas não podem mesmo ser engolidas num tribunal. Mas, poxa, e os objetos das vítimas? Será que não tinha as digitais do cara NÃO-ALONGADAS lá não? Isso não o coloca na cena do crime? E ele não foi acusado criminalmente e nem foram feitos exames físicos para comprovar a anomalia genética? afff........ CSI neles!

Ah, outra coisa... por que diabos o Skinner chama a Scully para uma entrevista justamente na hora que ela tem que depor em juízo? O compromisso dela no tribunal não seria mais importante não? kkkkkkkkkkkkkk Eu estaria louca de raiva como Mulder também!!!

Mulder: "O que o Skinner queria?
Scully: "Me desviar da verdade." - Dá-lhe ruiva!

E ele ainda passa tirando onda... espeeeeeeeeeeeera!!! Como diz a minha mamis, seu chazinho está no fogo!




Tadinha da Scully... a gente fala tanto dela, mas parece que essa combinação horrenda de cores era moda mesmo! huaha




Olha, você está na rua andando saltitante e feliz (ou não) quando de repente vem alguém na sua direção com essa expressão... o que você faria? Pois é, eu sairia correndo, mas parece que se não fosse por Mulder, a garota do lindo (hauahua) casaco roxo estaria ferrada...

*suspiro*






Então... Mulder enviou Scully para fazer o que ela faz de melhor: analisar evidências. Por isso que a parceria entre eles sempre funcionou tão bem... ele analisava a natureza bizarra da coisa e direcionava o caso e ela provava a coisa toda com análises científicas... ou seja, o pessoal do FBI deu um tiro no pé ao juntar os dois! :D

E o ex-detetive Frank Briggs é o quê? Um Mulder de antes? Que instinto certeiro!!! E ainda dá uma de Father Joe: "It's heeeere!!! It's heeeere!!!" kkkkkkkkkkkkkkk

Ei... Tooms aqui deve estar tão cheirozinho quanto o Jamal de "Slumdog Millionaire" naquela cena... err... corajosa do garoto, né? Argh!



Vem cá... a garota tá desentupindo o vaso e sai pra pegar o bebê sem lavar as mãos? Argh (de novo)!!!

Sem comentários para a cena do carro... Mulder bobo... rsrs Mas eu também prefiro que ela o chame de Mulder...

Acho muito embaraçosa essa cena, mas, enfim, a ruiva é poderosa e não se abala por pouco... rsrss Adoro também a carinha de surpresa que ele faz quando ela fala que só se arriscaria por ele...

Que filme era aquele que Mulder tava assistindo? A Mosca???? Acho que Scully não deve fazer sessão-cinema com Mulder... não mesmo!

E ele acordando todo desorientado pra atender a porta? Que fofis... 3 dias sem dormir? Eu nem ouviria a porta batendo. Fato.



Skinner aprendeu outra coisa com relação a Scully neste episódio: ela mente na maior cara de pau pelo Mulder.

Adoro o senso de humor negro de AX... colocar justamente o cara que lutou pela liberdade do Tooms como sua última vítima.

Scully (GA?) babando... nota pra camisa limpinha, branquinha e super bem passada de Mulder.




A criatura que Ka chama carinhosamente de Tommy e que, segundo ela, é super fofo. *medo*




Adoro ela dando a mão pra tirá-lo dali... fora que antes foi ela quem descobriu uma maneira de ligar o Tooms aos assassinatos... Este é um dos episódios que mostram que os dois não poderiam chegar lá sozinhos... e eu adoro essas cenas em que eles ficam desesperados para salvar o outro... :)

Essa camisa daí foi pro fogo! kkkkkkkkkkkk





Mulder: "Engraçado como as coisas mudam, não é?"
Scully: "A lagarta?" - Vixe... a Scully ainda não tinha pegado o jeito de Mulder... rsrs

Mulder: "Eu acho que nossas vidas vão passar por uma mudança"
Scully: "Como você sabe?"
Mulder: "Um palpite."

Eu disse que o policial que investigou Tooms antes era como um Mulder de antigamente? Retiro o que eu disse... ninguém se equipara a Mulder... [/Josi]

[Cleide]
Este é um dos episódios, que apesar de ser mostro da semana, vem fechando a trama para encerrar a primeira temporada. Prova disso é o início, que nos tras de volta Cancer Man e nos apresenta o ambíguo chefinho Walter Skinner...

E que nos levanta de novo aquela velha questão de Scully ser colocada no Arquivo X para investigar e invalidar o trabalho do Mulder, o que sabemos a essa altura é que a segunda missão, ela nunca cumpriria.

Tem umas viradas em Arquivo X que acho brilhantes... a maioria tem a ver com os personagens. Um que me surpreendeu, foi Skinner, que a gente duvida, pensa que é marionete do Canceroso. Mas que com o tempo vai mostrando quem é.

Acho perfeita a cena em que Mulder jura dizer a verdade, e mesmo sabendo o quanto ela é bizarra, ele a diz, todinha... sem dó! Isso é uma das coisas que mais me fez amar o personagem... essa coragem, e o fato que ele não trai suas convicções seja qual for o preço!

Além de tudo, é chocante a ironia (de sabermos a verdade, que é estranha...) mas o monstro, na pele de cordeiro, ser solto de novo em meio à sociedade... O telespectador de Arquivo X sofre com os protagonistas... isso é uma lição que a primeira temporada nos ensinou...

E Mulder, rebelde como ele só... resolve fazer por si a justiça que não foi feita, e com sua mania de salvador do planeta, vai vigiar o mutante - que sabemos ser extremamente perigoso, apesar da carinha de novinho e bonzinho...

E de uma vez por todas, a nossa amiga Scully, mostra à que veio: ao invés de invalidar o trabalho de Mulder, ela apenas prova seu brilhantismo lhe oferecendo provas irrefutáveis e científicas, das mais bizarras teorias... de arma secreta, ela virou um grande perigo em potencial.

E o fatídico diálogo???? Ai ai....

Eu já era shipper, irremediavelmente... desde a primeira vez que coloquei os olhos nos dois, mas essa cena me empolgou demais, nunca pensei que aquele chove não molha dos dois ia render uma declaração dessas. Eu nem conto pra vocês, que tinha uma cachorra extremamente escandalosa na época, e que ela latiu o diálogo todo... gente, eu quase chorei... não ouvi nada depois do "Fiz até meus pais me chamarem de Mulder." Aff... mas assim que pude aluguei o episódio e vi todinho, e melhor: em inglês!

Vou dizer... a mulher é corajosa... ele já tinha dito que não era plausível que alguém a achasse quente... (bola fora 1!)

Ela se enche de coragem... Se despe do orgulho de mulher chique e discreta... E... "Fox..."
E ele???? E ele????? Ele ri! Bandido!
Mas ela não se abate... mulher decidida! E ele ainda faz piada... juro gente, que eu queria ver a cara dele se ela tivesse mesmo chá gelado naquela bolsa!!!! Ah, se eu queria!

E como se não bastasse... Mulder na sua infinita falta de tato (por isso um homem lindo desses não pegava ninguém) ainda a trata como um cara... manda sintonizar no programa de esportes. Aff, acho que ele custou a saber que parceira dele era mulher, ou que ele não via mulher a tanto tempo que não sabia como uma espécime do gênero se comporta... (bola fora 2!)

Scully adora... "não perderia por nada no mundo"... ô frustração!





Nossa, o Tooms não fala nada... mas o cara é mau... como ter sangue frio, para fazer mal a uma criatura dessas? isso pra mim é mais que prova que esse mutante não prestava!


E Scully, arrasa no álibi: "ele estava comigo!" A-do-ro! Reparem como ela tava bonita na cena... a roupinha mais discreta, cabelinho menos armado, maquiagem bonita... ah mulher, nem dormiu fazendo vigia, mas acorda, joga um corretivo nas olheiras e vai mentir descaradamente para chefia... Diva é Diva!

A sequencia final desse episódio, é uma das minhas favoritas... nunca enjôo de ver! Adoro quando eles chegam na casa, vêem o irônico destino do médico que cuidava do Eugene, e correm pra encontrar o lugar do antigo ninho. Mulder e Scully, prontos para enfrentar um perigo mortal... arrastar atrás de um mutante assassino debaixo de uma escada rolante. Nunca esqueço a imagem de Mulder com aquela camisa imaculadamente branca, se preparando, deixando pra trás uma Scully preocupada...

Ainda me pego gritando com Mulder, abobalhado olhando o ninho: "Seu tosco, deixa de ser curioso, sai daí!"
E vou confessar que ainda suo frio vendo essa perseguição...


E suspiro aliviada... quando Mulder pega a mão de Scully, sai do fosso, e aperta o botão...

Gente, é macabro, mas não esqueço a sutileza daquela listra de sangue subindo com a escada...

Ah, e vou dizer pra vocês... aquele diálogo no final, me fez ficar pensando muito tempo, em que será que Mulder estava pensando... outra coisa que me fez apaixonar pela série, sempre deixavam algo pra gente pensar, especular, juntar as peças...

E confesso que ainda me sinto nostálgica, quando vejo os dois indo embora, no dia frio de Washington D.C. naquele dia...




O que Chris Carter queria nos dizer com esse símbolo? Que ainda não víramos o melhor de Arquivo X? Que aqueles miestérios eram apenas a gestação de algo maior?


[/Cleide]

Quotes:

Scully: Fox...







Mulder: Eu... Eu... fazia até meus pais me chamarem de Mulder. Mulder.





Scully: Mulder, não poria minha mão no fogo por ninguém exceto por você.





Mulder: Se houver um chá gelado nessa sacola, significa que é amor.





Scully: Deve ser o destino, Mulder. É um refrigerante.







Outras Imagens de Tooms:

"Scully, se você está opondo resistência por que você não acredita, eu respeito. Mas, se é devido a pressões burocráticas, eles vão mesmo te desviar da verdade."

Cara de conquistador de Mulder esperando que houvesse mesmo chá na sacola!

O fim de um dos mutantes mais marcantes da história de Arquivo X...

14 comentários:

Kaline Vieira disse...

TOMMY!!!!!!!!!!!!!!!!!

ok, eu não preciso falar mas vou falar assim mesmo...

eu AMOOOO Eugene Tooms!! Um dos melhores monstros da semana de AX... definitivamente o melhor monstro da primeira temporada!

Tããão lindinho... carinha de bebê... pequenino... magrinho... novinho... frágil... er... como é? frágil? bem...

Adoro esse fato de o monstro se esconder nessa fachada que tommy mostra! E devo dizer que desde a primeira vez que vi esse episódio não consigo deixar de olhar para uma abertura pequenina e me lembrar dele!! ^^

Minha geeeeeeente o que foi aquele diálogo no carro??? Oo Dá vontade de bater em Mulder quando vejo aquele momento indo...

Meu carecaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!
Amo taaanto skinner!!! Meu queridão (depois de Mulder, claro)!

Amo o fato de AX mostrar que estamos sempre em perigo, que os verdadeiros monstros estão disfarçados da maneira menos suspeita e que mesmo arrumando inúmeras maneiras de cercar a casa e tal, sempre estamos vulneráveis... O mal chega de onde você menos espera! Amo como AX mexe com os nossos nervos e traz a tona os medos mais íntimos do ser humano!

^^

Josilene disse...

Lindinho? Tooms? ok...

hauhauahauaau

fabíola disse...

Olá, sou da comunidade x-file de Belém do Pará, e conheci seu blog atravéz de outra colega que recentemente encontrou esta preciosidade aqui pela net, nossa Fia vc é incrivel, estamos espalhnado e muitos mais estão reacendendo sua eterna paixão x-file, é com muita alegria Josi e nostalgia, que relembro as noites em que eu chegava de minha faculdade e ia assistir oa primeiros episódios de arquivo x na Record. nossa que saudade daquela época, mas também que lindo e maravilhoso ver anos depois que as novas gerações são conquistadas pelo DD e pela Gillian. parabéns e tô aqui acompanhando seu BLOG, DEMAIS.

Josilene disse...

Nunca sei o que responder a comentários tão fofos assim! *.*

Bom... muuuuito obrigada e comente conosco tb! Amo ler as obs de todo mundo sobre os eps! ;)

Abração!

Elizabeth disse...

Como a Fabíola, eu tb chegava correndo da faculdade pra ver, pelo menos, a última parte do ep exibido pela Record. Imagine minha surpresa qdo ligava a tv e via que o horário tinha mudado, o ep exibido era reprise ou a exibição da série tinha sido suspensa. Maus tempos aqueles em que dvd era coisa de rico, vhs de AX era caro e raro (pelo menos na aprazivel São Vicente daquela época), downloads dos eps e blogs como esse nem nos meus melhores sonhos. Mesmo assim, não tinha como não gostar de uma série em que os heróis não tinham superpoderes e ainda por cima, pagavam alguns micos, como nesse ep, em que Mulder, a despeito de defender a verdade, destrói sua própria credibilidade no depoimento sobre Tooms. Sua exposição dos fatos é absurda e divertida.


janaX disse...

A-D-O-R-O!!!!Esse ep,junto com a primeira parte é um dos meus preferidos da Primeira Temporada!Eu já contei que vi este em cassete(vídeo cassete!!!cassete!)então não sabia que eram dois,muito menos que um era do início da primeira eo outro lá no fim.Mais acho que essa história particularmente merecia um fechamento,não podíamos ficar com aquela idéia do que teria acontecido com Tooms depois dele fazer aquela cara de que vai seguir em frente no final de Squeeze!Medo medo medo do Tooms!Aquele olhar amarelo me dá calafrios até quando vejo foto!!!Cara aquele ator foi muito feliz ao interpretar o personagem ou talvez a história ganhou infinitamente com a escolha desse ator para interpretar Eugene Tooms!!!Cara eu confesso que em dois momentos fiquei envergonhada com nossos heróis,não vergonha deles mais vergonha por eles.Primeiro quando Mulder dá o depoimento no Tribunal,tadinho me coloco no lugar dele sendo interpretado como um lunático,doido varrido e ainda por cima dizendo a mais pura verdade!Mais também me coloco no lugar de quem ouviu,ou seja nem a Scully que presenciou quase tudo com o Mulder acreditava em toda a história,imagina os que nem sequer sabiam da missa a metade!Depois quase morro de constrangimento junto com a ruiva quando ela tenta abrir o coração para o Mumu!Que cortada!Mais ela,que não é brasileira mais também não desiste nunca continua e dá aquele toque pro Fox,quer dizer Mulder e ele?Primeiro acho que ele saca o que ela tá querendo dizer mais depois ele tem que fazer uma ironiazinha básica e devolve a célebre frase do chá gelado.E assim lá se vai mais uma oportunidade de rolar aquele beijão de tontear telespectadores...isso é coisa do Throll pra deixar a gente bem desapontado e tirar o cavalinho da chuva...KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!Eu gosto daquele velhinho detetive ele também me lembra o Mulder mais velhinho,como tal ele também queria ver o caso solucionado não importava quanto tempo isso levaria.E as cenas finais me deixam sem ar,toda aquela parte da escada rolante,o Mulder todo gosmento(Argh,ele ficou com nojo de botar a mão na gosma imagina ficar completamente gosmado...Argh argh!) e a escada sendo ligada e esmagando o Tooms...Cara e ainda por cima tem o nosso Skinner Man!!!Mitch é um luxo né pessoas?!Ele foi chegando de mansinho e conquistou seu espaço na série e no coração do público de tal maneira que o Throll Carter e sua trupe nem se atreveu a matar ele!(cara eu não me conformo que eles mataram os Pistoleiros!!!O Krycec vá lá tava no contexto,mais os Pistoleiros???Precisava não...snif!)Show de bola o ep,o post,os 81 membros do Blog!!!Josi não precisa agradecer os elogios,são todos merecidos e são de coração pois vc faz por merecer cada um deles!Valeu amiga!!!Até...

Josilene disse...

Elizabeth! Eu tive a sorte de ter um video cassete no qual eu programava a hora pra ver o ep depois qdo eu nao tava em casa. rs Mas daí tinha o sofrimento semanal de procurar saber de que hora passaria a série. putz... a record é um lixo. kkkkkkkkk eu falo 'um lixo' com um certo tom de amor pq sem ela, eu não teria descoberto ax assim tão facilmente. rs

Jana! O ator de Tooms é fantástico e skinman mais ainda! kkkkkkkkkk
As más línguas contam que os Pistoleiros foram mortos pq ninguém deu a mínima para o spinoff deles. kkkkkkkkkkkk
Bom, eu tb não queria que krycek fosse morto não... com ele morto, dado que isso aqui não é Supernatural, a gente não mais verá ele sendo torturado. sniff

Beijos, meninas!

Ruth Aparecida disse...

Um dos melhores episódios desta temporada. Bem que eu pensei que o Tooms voltaria em algum momento da série. Nunca pensei que seria agora :O

A cena em que o Tooms quase pega o Mulder...meu Deus, eu me assustei nessa hora!! *O*

Muitas coisas bizarras vão acontecer em Arquivo X.

XFILES disse...

Ruth! Vc tá vendo a série agora, pela primeira vez??? *.*

Josi.

Ruth Aparecida disse...

Sim, Josi pela primeira vez! :D

XFILES disse...

Owwwnnnnnn Onde vc tá exatamente agora? Cuidado que esse site não é spoiler-free. ;)

Josi.

Ruth Aparecida disse...

Terminando a 7º temporada :). Mudando de assunto...Dizem as mas línguas que o DD teve uma treta com a Fox e que ele disse (lá pela 6º temporada)que queria resolver a mitologia da série ate aí. A Fox disse que não (por causa da alta audiência na época) e o DD forçando a Fox para aumentar seu salário...é verdade??

Se você não ficou sabendo disso, eu vi aqui -> http://www.seriemaniacos.tv/the-x-files-quase-vinte-anos-de-conspiracao-season-6/

Josilene disse...

Gente... eu tô um lixo pra responder mensagens... desculpem, pessoas... a vida entrando no caminho... sorry.

Bom, sim, Ruth... tinha muito desses boatos na época... ninguém sabe até onde tudo é verdade. Mas a história que corria era que DD queria sair da série pq ele queria fazer outras coisas da vida. Isso ele mesmo confirma... E tipo... ele tinha dito que sairia da série no final da sétima e ponto final. E isso de guerra de salários tb era algo que acontecia segundo as más línguas. kkkkk

A uma hora dessas vc já até terminou a série né? rs

Josilene disse...
Este comentário foi removido pelo autor.